fbpx
Política

Zema troca secretário de Saúde por candidato derrotado do Novo

O médico Carlos Eduardo, que assume a pasta nesta quinta-feira, concorreu a deputado federal e teve 19,6 mil votos

Um mês e meio depois do início da gestão, o governador Romeu Zema (Novo) teve nesta quinta-feira (14) a primeira baixa do seu governo com a saída do secretário de Saúde Wagner Eduardo Ferreira. Em seu lugar foi nomeado o médico Carlos Eduardo Amaral Pereira da Silva, candidato a deputado federal pelo Partido Novo derrotado nas urnas em outubro do ano passado. A troca ocorreu por questões de saúde do primeiro escolhido para a pasta.

A indicação faz parte de uma articulação para acalmar os ânimos do partido de Zema, que se sentiu desprestigiado nas posições políticas definidas pelo Palácio Tiradentes. A legenda perdeu a liderança de governo no Legislativo, por exemplo, para o PSDB.

Nos bastidores, os parlamentares também estão incomodados por não conseguir a presidência de uma comissão de peso no Legislativo. O grupo chegou a pleitear a de Fiscalização Financeira e Orçamentária mas, com o peso de apenas três cadeiras e a falta de experiência, não devem ser atendidos.

O novo secretário da Saúde Carlos Eduardo 19.683 votos e ficou como terceiro suplente do Novo para a Câmara dos Deputados. Ele é neurocirurgião de Juiz de Fora desde 1996, na Zona da Mata, onde é professor na Universidade Federal de Juiz de Fora desde 1998. Médico de carreira da rede Fundação Hospitalar de Minas Gerais (Fhemig), tem MBA em Gestão de Negócios e Gestão de Saúde e Segurança do Paciente. Tambénm foi presidente da Sociedade Mineira de Neurocirurgia.

O vice-líder do governo Guilherme da Cunha (NOVO) negou que a legenda tenha articulado a indicação. “Era inevitável a procura por causa das questões de saúde do secretário anterior e encontramos um nome que tem não só qualificação médica, mas experiência em gestão de saúde pública. É um acadêmico que tem pós-graduação na área mas também vivência prática”, disse.

Segundo o deputado, pesou o fato de ele ter histórico de gestão na Fhemig da Zona da Mata e ser um médico que atua na ponta do serviço.

“Não existe indicação da bancada do novo e nem isso de recompensar uma pessoa porque foi candidato. Temos candidato a deputado federal mais bem votado que ele e não está na secretaria. Além disso, se fosse questão de colocar ex-candidatos ele já estaria no cargo desde 1º de janeiro”, afirmou Guilherme da Cunha.

Como vem fazendo, Zema usou o Facebook na manhã desta quinta-feira para comunicar a troca de secretários. “Ele também passou por um processo seletivo. É um profissional com experiência tanto com medicina quanto com gestão”, disse o governador.

O antigo secretário da pasta, Wagner Eduardo Ferreira, ex-presidente da Fhemig e da Feluma, praticamente não assumiu a função em razão de problemas médicos.

Cargo também na Prodemge

Em seu lugar estava atuando interinamente o delegado José Farah Junior. Em áudios que circularam na internet que seriam da época da campanha, ele havia dito que Zema não tem capacidade para distinguir o público do privado. Farah permanece no cargo de secretário adjunto de Saúde.

O Novo também emplacou na Presidência da Prodemge o candidato derrotado ao Senado Rodrigo Paiva. Com 1,3 milhão de votos, o candidato teve a quinta colocação, ficando atrás dos senadores eleitos Rodrigo Pacheco (DEM) e Carlos Viana (PSD), do ex-deputado Dinis Pinheiro (SD)  e da ex-presidente Dilma Rousseff  (PT).

Estado de Minas

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.