DestaqueInternacional

Total de tufões no Japão em 2019 supera o de anos anteriores

Professor diz que mudanças climáticas causam mais umidade

A Agência de Meteorologia do Japão anunciou hoje (29) que o número de tufões que atingiram o país em 2019 foi praticamente o dobro do registrado em outros anos. Disse ainda que duas dessas tempestades estavam entre as mais fortes a atingir áreas nas cercanias de Tóquio em quase 30 anos.

Segundo a agência, houve formação de 29 tempestades tropicais na região do Oceano Pacífico neste ano, ultrapassando a média anual de 25,6. Cinco delas passaram pelo Japão, sendo que a média anual é de 2,7.

A agência informou, também, que o tufão Faxai, em setembro, e o Hagibis, em outubro, eram os mais fortes a atingir a região de Kanto e a província de Shizuoka desde 1991, com ventos chegando a 144 quilômetros por hora no momento em que passaram pelo país.

Mudanças climáticas

O professor Kazuhisa Tsuboki, da Universidade de Nagoya, afirmou que mudanças climáticas estão provocando um aumento nas temperaturas das águas do mar e criando mais umidade, fazendo com que tufões cheguem até o Japão sem perder a intensidade. Ele acrescentou que os tufões Faxai e Hagibis eram exemplos desse fenômeno.

O professor disse que medidas contra desastres irão se tornar primordiais, uma vez que tufões, chuvas e outros desastres naturais poderão piorar no futuro.

Já a temperatura média em todo o Japão em 2019 deve ser a mais alta desde o início dos registros em 1898. A Agência de Meteorologia anunciou que, com base em dados observados em 15 locais, a temperatura deve ser 0,92 grau Celsius maior que a média.

Agência Brasil

Mostrar mais

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios