Notícias

Resumindo: qual é a diferença entre lockdown e quarentena?

São Luís (MA) e Fortaleza (CE) adotaram a medida, que é um passo além do isolamento horizontal: avenidas e estradas são fechadas, e a população só é autorizada a sair de casa para atividades essenciais.

Mais de um mês depois de grande parte do país adotar medidas de isolamento social, alguns locais agora começam a dar um passo além e decretar os chamados lockdowns, com regras ainda mais restritivas. O município de São Luís, no Maranhão, começou seu lockdown nesta terça; enquanto Fortaleza, no Ceará, vai implantar a medida a partir da próxima sexta (8). O que, afinal, vai mudar?

Em quarentenas – um termo genérico, que vem sendo usado com pouca precisão pela mídia –, o que geralmente acontece é o chamado distanciamento social. Esse distanciamento pode ser mais brando ou mais extremo, dependendo do contexto. O Ministério da Saúde classifica essa estratégia em dois subtipos: o Distanciamento Social Ampliado (DSA) e o Distanciamento Social Seletivo (DSS).

O Distanciamento Social Seletivo (DSS) é o mais brando: defende que apenas pessoas do grupo de risco sejam isoladas e que o resto da população viva normalmente, seguindo alguns protocolos de higiene. Apesar de representar danos menores à economia, não é tão efetivo no combate à doença, já que “os grupos vulneráveis continuarão tendo contato com pessoas infectadas assintomáticas ou sintomáticas, o que torna mais difícil o controle”, explica o Ministério da Saúde em boletim epidemiológico. O DSS é chamado popularmente de isolamento vertical.

Já o Distanciamento Social Ampliado (DSA) envolve o fechamento de escolas e estabelecimentos, a proibição de aglomerações e a paralisação da maior parte da atividade econômica não-essencial. A população é aconselhada a ficar em casa e sair somente para o essencial. Essa estratégia, conhecida também como isolamento horizontal, é mais eficiente em combater a propagação do vírus, mas tem sérios impactos na economia.

 

O lockdown, por sua vez, é o próximo passo nessa escala, ainda mais restrito que o isolamento horizontal adotado atualmente. Nele, a população só é autorizada a sair de casa para serviços essenciais, e pode haver até o uso de força policial para se certificar que a medida esteja sendo cumprida (ou seja, um policial pode te parar na rua para garantir que você só está mesmo indo ao mercado). Além disso, certas áreas são totalmente isoladas e pode haver bloqueio de estradas e controle do trânsito para evitar a circulação de pessoas entre bairros ou cidades.

Áreas muito afetadas pelo vírus tendem a adotar o lockdown, já que é a forma mais eficaz de se combater a transmissão. Foi assim em Wuhan, epicentro da epidemia na China, em que o governo usava até tecnologias de reconhecimento facial para se certificar de que ninguém estava furando a quarentena. Áreas dos Estados Unidos, Itália e Espanha também decretaram o lockdown quando os casos dispararam. E alguns países, mesmo não tão afetados pela pandemia, optaram por decretar lockdowns cedo para se evitar o pior: é o caso da Nova Zelândia, por exemplo, que saiu da pandemia com apenas 20 mortes por covid-19 no país inteiro. Um feito histórico.

Fonte
Super Interessante
Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios