DestaquePolícia

PRF resgata 43 araras de tráfico e maus tratos em João Monlevade

A Polícia Militar Ambiental foi acionada e realizou o encaminhamento das aves para o Ibama

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu 43 araras na BR-381, em João Monlevade, no final da tarde desta quinta-feira (9), no quilômetro 307 da BR-381. As aves silvestres das espécies Canindé e Jandaias Mineiras estavam escondidas dentro de caixas no porta-malas de um Versa. Também foram apreendidas 126 anilhas falsificadas.

Durante a fiscalização dos elementos obrigatórios, os policiais desconfiaram do som vindo do veículo e solicitaram a abertura do bagageiro. No compartimento, eles encontraram os animais que estavam sendo traficados em condições precárias e com sinais de maus tratos.

O motorista, um homem de 47 anos, e o passageiro, de 23 anos, confessaram o transporte ilegal. Eles informaram que foram contratados para levar os animais de Sete Lagoas para Caratinga.

A Polícia Militar Ambiental foi acionada e realizou o encaminhamento das aves para o Ibama. O veículo e os dois detidos foram levados para a Polícia Civil.

Mostrar mais

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios