fbpx
DestaquePolicial

PM age rápido e entra em confronto com bandidos, o saldo é de 2 presos e 1 morto em Ipuiúna, sul de Minas

Um cerco policial terminou com 1 individuo morto e 2 presos em Ipuiúna, na manhã deste sábado (06).  As informações são da TV Ipuiúna. Eles são suspeito de assalto a mão armada no bairro Capivari, zona rural, na noite de ontem (05).


Segundo a vítima, João de Souza Franco, conhecido como João do Zeca, o grupo que invadiu a sua propriedade era de 05 homens armados e diziam ser policiais.

“Eu tinha acabado de deitar e eles me chamaram no portão dizendo que era a polícia e que estavam com mandado de busca. Invadiram minha casa, quebraram tudo e me levaram mais de R$10 mil em dinheiro.E foi mandado, porque eles me chamavam pelo nome. Eles queriam saber se eu tinha armas em casa. Eles queria arma de todo o jeito”, conta João do Zeca.

Após a consumação do roubo e fuga dos bandidos a vítima acionou imediatamente a PM que agiu rápido efetuando a prisão de um deles ainda na noite de ontem. Eles usaram um veículo, Cruze, cor branca, placa de São José dos Campos para cometerem o crime. No momento do roubo apenas a vítima estava em casa.

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.