fbpx
Tecnologia

Passageiros denunciam câmaras a bordo em aviões de algumas companhias

As câmaras de vigilância estão hoje em todo o lado, tornando-se tão banais e, ao mesmo tempo, tão incomodas. Dentro e fora da legalidade, existem câmaras em praticamente todo o lado. Contudo, nos aviões, mais concretamente, no sistema de entretenimento, fica ainda mais suspeito existirem estas câmaras.

Alguns passageiros de várias companhias aéreas publicaram imagens destes dispositivos inseridos no ecrã do assento, o que obrigou as empresas a dar explicações.

Aviões poderão ter vídeo-vigilância?

Vivemos numa época da total disparidade no que toca ao tema privacidade. Se por um lado se fazem regras, regulamentos e leis mais apertadas, por outro lado, há câmaras, microfones em tudo o que é espaço público e privado.

Assim, não é de estranhar que até nos aviões, onde as pessoas estão confinadas, existam estes componentes eletrónicos. O que é de estranhar é que estas câmaras sejam colocadas nos sistemas de entretenimento individual de cada passageiro.

Alguns passageiros de várias companhias aéreas suspeitaram destas câmaras e denunciaram online os locais onde estavam colocadas. As companhias aéreas sentiram-se pressionadas a explicar.

Câmaras colocadas, mas inativas

Conforme foi revelado, a Singapore Airlines e a American Airlines possuem câmaras no sistema de entretenimento a bordo de algumas das suas aeronaves. No entanto, as empresas dizem que nunca foram ligadas, não foram captadas imagens ou observados passageiros.

A Singapore Airlines adianta que a presença destes dispositivos tem a ver com o padrão de fabrico. Segundo a empresa, estes ecrãs trazem por predefinição uma câmara. Contudo, não é usada e nem está prevista a sua utilização no futuro.

No caso da American Airlines, como referiu um porta-voz, as câmaras não foram ativadas, mas há planos para as usar. Se existem dentro dos aviões é porque existem fabricantes que as incluem para uso futuro, quando for criada uma utilização. Por exemplo, estas câmaras poderão ser úteis para usar gestos nos controlos dos sistemas de entretenimento.

O problema com a presença das tecnologias de captação de imagem é que o simples facto de estarem lá significa que podem ser usadas sem que o utilizador saiba ou dê autorização. Depois, existe a captura de imagem e de som, os passageiros parecem não se sentirem confortáveis com isso. Os recentes acontecimentos, que envolveram, por exemplo a Google, no seu dispositivo Nest Secure (que incluiu um microfone e não foi referida a existência nas especificações) está a gerar controvérsia.

Confrontada, a Google admitiu que o dispositivo está equipado com tecnologia para o utilizador interagir usando os comandos de voz da Google Assistant.

Fonte
pplware

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
error: Conteúdo protegido !!