Internacional

Parentes ‘cobertos de sangue’ procuram desaparecidos em meio aos caos em Beirute

Equipes de resgate no Líbano estão fazendo buscas por mais de cem pessoas desaparecidas após a megaexplosão que devastou a área portuária de Beirute na terça-feira.

A explosão matou mais de cem pessoas e feriu outras 4 mil. O governo deve declarar estado de emergência por duas semanas nesta quarta-feira. Luto oficial será observado por três dias. A cidade inteira sentiu a explosão, que provocou uma enorme nuvem em formato de cogumelo.

O presidente Michel Aoun disse que a explosão foi provocada pelo armazenamento inadequado de 2.750 toneladas de nitrato de amônio, um produto usado em fertilizantes e explosivos.

Milhares de pessoas descreveram cenas de pânico e caos que se sucederam às explosões. Após o incidente, muitos estavam cobertos de sangue e percorrendo as ruas gritando pelo nome de seus familiares.

“Ainda havia fumaça subindo no céu no meio da noite. A cidade inteira estava escura. Era muito difícil caminhar, as pessoas estavam cobertas em sangue”, disse a jornalista Sunniva Rose, que está em Beirute.

Fonte
BBC
Mostrar mais

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios