DestaqueNotícias

Pagador de promessas chega em São Gonçalo do Sapucaí após sair de Caruaru, Pernambuco, à pé

Quanto você estaria disposto a caminhar para pagar uma promessa? E se além de caminhar, também carregasse uma cruz pesando 30 quilos? O personagem desta história, é Pedro Guedes da Costa de 79 anos, o pagador de promessas. Ele peregrina pelas estradas do Brasil há quase 13 anos. Antes de seguir para Aparecida do Norte, Pedro já esteve no santuário do Divino Pai Eterno, em Trindade (GO).

Nesta nova peregrinação, Pedro saiu de Caruaru, Pernambuco, no dia 1 de outubro de 2017, e tem como destino chegar a Aparecida do Norte, SP, para agradecer a virgem Maria, pela cura de uma trombose. De lá até São Gonçalo do Sapucaí, onde se encontra hoje, foram 2197 quilômetros de caminhada.

Com fé, Pedro comenta os obstáculos que têm enfrentado, mas demonstra firmeza em alcançar seu objetivo.

Para pagar a promessa, Costa deixou o emprego de auxiliar em um colégio de freiras na terra natal e partiu rumo a Goiás em 22 de dezembro de 2007, para pagar sua primeira promessa. Viúvo há 19 anos, os quatro filhos adultos ficaram em Caruaru. “Vivo com a ajuda do povo, às vezes as pessoas dão abrigo, comida. Tenho rede, coberta, barraca, garrafa de café e suco”, conta.

Durante o trajeto, muitas pessoas o param para que ele leve pedidos e orações, com isso a cruz já está repleta de fitas coloridas com nomes e orações e já acumulou vários objetos, como terços, santinhos e até mesmo fotografias de algumas pessoas, que como ele, têm fé em alcançar alguma graça.

Junto da cruz também tem um espaço reservado para um cartaz com um breve relato de sua história.

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios

Receba notícias em seu email

Coloque seu melhor email: