DestaquePolícia

Operação Residence desarticula traficantes de drogas

PF cumpre 38 mandados de prisão preventiva e 23 de busca e apreensão

Polícia Federal (PF) e Polícia Militar da Paraíba deflagraram hoje (3) a Operação Residence, visando a desarticulação de um grupo de traficantes que atuam dentro e fora de presídios.

De acordo com a PF, 38 mandados de prisão preventiva e 23 mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos, bem como ordens judiciais de bloqueio de valores depositados em contas correntes, a pedido do Juízo de Direito da Vara de Entorpecentes da Comarca de João Pessoa (PB).

Cerca de 260 policiais participam das ações deflagradas nos estados da Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Paraná, Mato Grosso do Sul, Rondônia e Roraima.

Segundo os agentes, as apurações tiveram início na “análise dos elementos de prova colhidos durante a investigação do grupo criminoso que utilizava um quarto na Residência Universitária da Universidade Federal da Paraíba como base de armazenamento e distribuição de drogas para a Paraíba e estados vizinhos”.

A partir da investigação foi possível identificar “toda a estrutura criminosa do grupo no estado”, segundo informou a PF. Os investigadores identificaram “uma grande rede formada para cometer crimes e revelou o plano de expansão de tal facção criminosa, mediante a realização de disputas violentas com grupo rival por pontos de comércio de entorpecentes, objetivando um domínio territorial para fins de monopolizar o tráfico de drogas na Paraíba”.

Edição: Valéria Aguiar

Fonte
EBC

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios