DestaqueGeralPolícia

Norte-americano procurado pela Interpol é preso em Pouso Alegre

Ele é considerado um dos homens mais procurados no mundo por assassinato, segundo a PF

A Polícia Federal prendeu nesta terça-feira (18), um foragido da Interpol (Polícia Internacional) em Pouso Alegre. Ele foi preso com o apoio da Polícia Militar, no bairro Jardim Vergani.

O homem de 48 anos, é suspeito de assassinar a esposa no estado da Louisiana, em 2013. Segundo a PF, depois do crime, ele fugiu para o Brasil e se casou com uma brasileira e residia em Pouso Alegre há um ano, inclusive tem filhos no Brasil. Ainda segundo a PF, o foragido estava na difusão vermelha de procurados da Interpol. Ele foi encontrado na casa onde morava com a atual companheira.

O homem foi descoberto após agredir a companheira no dia 31 de janeiro. De acordo com o delegado regional, Renato Gavião, a mulher compareceu na delegacia por conta de violência doméstica, e por se tratar de um cidadão norte-americano, decidiu comunicar a Polícia Federal de Varginha, que repassou o caso para a superintendência de Belo Horizonte.

Autoridades dos Estados Unidos informou à PF, que em 2013, o homem teria assassinado a esposa e ocultado o corpo, que nunca foi encontrado. Ainda de acordo com as investigações da polícia americana, há evidências substanciais de sua autoria no cometimento do assassinato da esposa, além de longo histórico de abusos e violências praticados contra a companheira, que já havia obtido, inclusive, medidas protetivas judiciais contra o marido naquele país.

Segundo o FBI informou à PF, duas semanas após o crime, o homem pegou um voo com destino a São Paulo. No Brasil, casou-se com uma brasileira, obtendo permissão de residência no país.

Na tentativa de obter refúgio, forneceu declarações falsas de que foi agente das forças especiais do contraterrorismo americano, além de simular perseguição política nos EUA.

Depois de preso e passar por exame de corpo de delito, o preso foi conduzido para o presídio de Pouso Alegre, onde ficará à disposição da suprema corte brasileira até que seja autorizada sua extradição para os estados unidos, onde prestará contas à justiça daquele país.

Mostrar mais

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios