DestaqueGeralNotícias

Morte de criança de 7 anos liga sinal de alerta para avanço da dengue no Sul de Minas

Menino morreu nesta terça-feira (31) em Alfenas por suspeita de dengue hemorrágica; Sul de Minas tem mais de 4 mil casos prováveis da doença.

Apesar de toda a mobilização para evitar a disseminação do novo coronavírus, a população não pode se esquecer dos cuidados para evitar a propagação de outra doença: a dengue. Segundo a Secretaria de Estado da Saúde, o Sul de Minas tem hoje mais de quatro mil casos prováveis da doença.

Nesta terça-feira (31), um menino de apenas 7 anos morreu com suspeita de dengue hemorrágica em Alfenas.

Campo Belo é a cidade do Sul de Minas com mais casos prováveis, 1.660, o que representa 41% de todos os registros da região. Itajubá aparece em seguida com 498 casos prováveis, seguida de Alfenas, onde morreu a criança, que tem 330 casos suspeitos.

Em Minas Gerais, são três mortes confirmadas pelo Estado de Minas Gerais e outras 18 em investigação, duas delas em Campo Belo. O caso de Alfenas ainda não entrou no levantamento estadual.

Chikungunya e Zika

Já em relação à febre chikungunya, o Sul de Minas tem 23 casos. Uma morte pela doença também é investigada em Campo Belo.

Já em relação à Zika, são dois casos prováveis no Sul de Minas: um em Varginha e outro em São Sebastião do Paraíso.

Fonte
G1
Mostrar mais

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios