fbpx
EntretenimentoInternacionalNacionalNotícias

Morre homem identificado como marinheiro de foto símbolo do fim da 2ª Guerra Mundial

Peritos identificaram George Mendonsa como o homem flagrado beijando mulher vestida de enfermeira na comemoração do fim da 2ª Guerra. Ele tinha 95 anos e morreu após sofrer queda na casa de repouso onde vivia.

Morreu no domingo (17) o marinheiro norte-americano George Mendonsa. Ele foi identificado como sendo o homem fotografado beijando uma mulher na Times Square, em Nova York, na comemoração do fim da Segunda Guerra Mundial.

Segundo o “Providence Journal”, Mendonsa sofreu acidente na casa de repouso onde vivia, no nordeste dos Estados Unidos. A família contou ao jornal norte-americano que o militar caiu, teve uma convulsão e morreu. Ele estava a dois dias de completar 96 anos.

Durante anos, George Mendonsa tentou provar que era ele o homem na foto aos beijos com mulher vestida de enfermeira no fim da Segunda Guerra Mundial — Foto: Connie Grosch/Providence Journal via APDurante anos, George Mendonsa tentou provar que era ele o homem na foto aos beijos com mulher vestida de enfermeira no fim da Segunda Guerra Mundial — Foto: Connie Grosch/Providence Journal via AP

Durante anos, George Mendonsa tentou provar que era ele o homem na foto aos beijos com mulher vestida de enfermeira no fim da Segunda Guerra Mundial — Foto: Connie Grosch/Providence Journal via AP

Nas imagens flagradas por Alfred Eisenstaedt e Victor Jorgensen, um homem vestindo os trajes oficiais da Marinha dos Estados Unidos aparece beijando uma mulher com roupa semelhante à das enfermeiras.

Durante anos, diversos homens e mulheres contestaram a identidade do casal. Em 2012, porém, peritos observaram os detalhes dos corpos das duas pessoas e confirmaram que o marinheiro da foto era, mesmo, Mendonsa – durante anos, o militar tentava convencer a revista Life de que era ele quem aparecia nas imagens.

Quem é a mulher na foto?

Os peritos também identificaram a mulher como sendo Greta Zimmer Friedman. Ela trabalhava como assistente de dentista quando, segundo ela, Mendonsa a agarrou em uma Times Square cheia. Era 14 de agosto de 1945, dia em que o Japão se rendeu aos Estados Unidos, marco do fim da Segunda Guerra Mundial.

Mendonsa e Friedman não se conheciam. O militar reconheceu, em entrevistas, que beijou a mulher após tomar bebida alcoólica nas comemorações do fim do conflito. Friedman confirmou a versão.

“Aquele cara veio, me agarrou e me beijou. Era apenas alguém festejando muito. Não foi algo romântico”, relatou Friedman à Biblioteca do Congresso em 2005.

Friedman morreu em 2016, vítima de complicações da idade avançada.

Fonte:G1

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.