fbpx
DestaquePolicial

Menina de 11 anos é morta a tiros pelo pai

Além dela, o irmão de 5 anos foi alvejado e levado para o hospital

Uma menina de 11 anos e o irmão de 5 anos foram alvejados pelo pai neste domingo (7) no povoado de São José de Itaporan, em Muritiba (BA). Segundo a polícia, o que teria motivado o crime foi o ciúme da esposa Michele Magalhães Rodrigues. Ainda segundo a polícia, a menina tentava defender a mãe das agressões do pai quando foi baleada.

Lucival de Oliveira Rodrigues e a esposa Darlene dos Santos Magalhães – Imagem reprodução de rede social

A polícia informou que o casal começou a discutir, porque Lucival de Oliveira Rodrigues, 34 anos, achava que a esposa, Darlene dos Santos Magalhães, 32 anos, estava o traindo. Ao tentar defender a mãe dos socos do pai, a garota levou um tiro nas costas e outro na cabeça. A polícia informou que a menina saiu correndo da sala e caiu em frente à residência, quando o pai se aproximou e deu um tiro em sua cabeça.

O menino de 5 anos foi baleado quando correu para fora da casa, ele foi socorrido e foi levado para o Hospital de Santo Antônio de Jesus. Segundo os vizinhos, foram ouvidos de quatro a cinco tiros.

Depois do crime, Lucival fugiu de moto. As guarnições da PM realizaram buscas na sede do município, localidades rurais e cidades vizinhas, mas não foi encontrado.

Darlene chegou a ir até a delegacia para prestar esclarecimentos, mas não conseguiu por conta do estado emocional. Ela contou a Polícia Civil que essa foi a primeira vez que o marido teve uma crise de ciúmes e que não sabia que Lucival tinha uma arma guardada em casa. O corpo de Michele foi enterrado ainda na segunda-feira (8) no cemitério da cidade.

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.