DestaqueGeral

MEC decide adiar Enem e nova data será definida por enquete

O Ministério da Educação decidiu adiar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) por conta da pandemia do novo coronavírus. A decisão vem depois de fortes pressões de movimentos sociais e do Congresso. Nesta semana, o Senado tinha acabado de aprovar um projeto de lei que definia que a prova seria adiada. Em seguida o PL seria votado pela Câmara dos Deputados. O governo também enfrentava questionamentos na justiça cobrando que a data da prova fosse alterada, uma vez que escolas suspenderam as aulas presenciais por conta da pandemia.

Em nota, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) anunciou que “as datas serão adiadas de 30 a 60 dias em relação ao que foi previsto no edital”.

O tempo da prorrogação será decidido por uma enquete. Em junho os estudantes inscritos vão ter acesso à consulta no site do Enem, na “Página do Participante”.

A prova do enem estava prevista para 1º de novembro e 8 de novembro. As inscrições ainda estão abertas até a sexta-feira (22).

Agência Rádio

Mostrar mais

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios