fbpx
NacionalPolítica

Janaína Paschoal: ‘Ministro do Turismo já deveria ter sido afastado’

Em campanha para a presidência da Assembleia Legislativa de São Paulo, a deputada Janaína Paschoal (PSL) defende que o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio (PSL-MG) deixe o cargo devido às suspeitas de direcionamento de verbas de campanha a candidatas suspeitas de serem laranjas.

“Entendo que ele já deveria ter sido afastado. O ministro tem todo direito de se defender, mas a manutenção dele no Ministério está comprometendo todo o governo”, disse Janaína ao Estadão/Broadcast.

Em 4 de fevereiro, uma reportagem do jornal Folha de S.Paulo apontou que o ministro, que era presidente estadual do PSL em Minas Gerais, direcionou verbas de campanha a quatro candidatas no Estado que são suspeitas de serem laranjas.

Ex-candidata a deputada estadual, Cleuzenir Barbosa declarou ao “Jornal Nacional”, da Rede Globo, que assessores de Marcelo Álvaro Antônio pediram que ela transferisse para empresas dinheiro público de campanha. O caso está sendo investigado pelo Ministério Público de MG.

“Não quero antecipar culpa, mas é impossível negar a consistência dos depoimentos das mulheres. O presidente diz que, em quatro anos, quer ver as mulheres mais representadas. Ele poderia começar ouvindo as que confiaram no seu partido e, ao que tudo indica, foram instrumentalizadas”, disse Janaína.Parte da bancada do PSL também pressiona o Palácio do Planalto a demitir ministro do Turismo. A avaliação é que a permanência dele no cargo contamina a sigla e pode prejudicar o desempenho do PSL nas eleições municipais do ano que vem. Com informações do Estadão Conteúdo.

Fonte:Politica ao minuto

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.