DestaqueGeral

Igreja evangélica promete ‘imunização’ contra coronavírus e pode ser enquadrada por ‘charlatanismo’

A celebração faz parte do culto chamado 'O Poder de Deus contra o Coronavírus'. A doença tem dois casos confirmados no Brasil e outros 433 casos suspeitos

O Ministério Público (MP) do Rio Grande do Sul classificou como passível de enquadramento em crime de “charlatanismo ou curandeirismo” a Igreja Catedral Global do Espírito Santo autoproclamada “Casa dos Milagres”. A instituição estava prometendo uma “imunização” contra o coronavírus por meio de um “óleo consagrado”. A celebração faz parte do culto chamado “O Poder de Deus contra o Coronavírus”. A doença tem dois casos confirmados no Brasil e outros 433 casos suspeitos no país.

No último domingo (01/03), o culto foi transmitido ao vivo nas redes sociais da igreja e conduzido pelo autoproclamado profeta Sílvio Ribeiro, responsável pelo local. A instituição pede que os fiéis vão à igreja “porque haverá unção com óleo consagrado no jejum para imunizar contra qualquer epidemia, vírus ou doença”.
Durante o culto de quase três horas, Sílvio comentou diversas vezes sobre o Covid-19. Em uma dessas situações ele chegou até mesmo a debochar da situação. “Mas a unção com óleo vai curar coronavírus?”, questionou. Logo depois, o profeta respondeu que Deus pode curar tudo.
Ribeiro também relacionou a doença a uma das profecias do apóstolo João, descrita no livro bíblico Apocalipse. Nessa hora, disse que era tempo de as pessoas pedirem perdão pelos pecados e procurarem uma igreja para serem salvas da doença.
Denúncia
O presidente do Conselho Regional de Medicina do RS (Cremers), Eduardo Trindade, acionou a assessoria jurídica da entidade para avaliar o tipo de providência mais adequada diante do anúncio de imunização feito pela igreja.
De acordo com a promotora  Ângela Rotunno, coordenadora do Centro de Apoio de Defesa dos Direitos Humanos do MP do Rio Grande do Sul, “é comum o ser humano se sentir desesperado e desamparado, diante da doença e da possibilidade de morte”.
“Essa fragilidade emocional afasta a racionalidade e traz, como consequência, a facilidade em acreditar em qualquer promessa de proteção ou cura. É o que está acontecendo no momento. Pessoas inescrupulosas tentam obter vantagem desse desalento”, continuou a promotora.
Números
Segundo o boletim do Ministério da Saúde divulgado nesta segunda-feira, o Brasil registra 433 casos suspeitos da doença e duas confirmações. A primeira se refere a um homem de 61 anos, de São Paulo, que voltou de uma viagem à Itália e passa bem em quarentena domiciliar. O segundo tem 32 anos e também viajou da Itália para São Paulo.
Estado de  Minas
Mostrar mais

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios