fbpx
DestaquePolicial

Homem suspeito de estupro de vulnerável é preso pela Polícia Civil

A vítima era enteada do autor e tem problemas mentais

A Polícia Civil de Minas Gerais, prendeu na manhã dessa segunda-feira (27) em Carmo do Cajuru, um homem suspeito de abuso sexual. As investigações tiveram início no dia 10 de abril deste ano, após a prisão de Luciano Delino Barbosa (irmão do investigado Adriano Barbosa dos Santos, 38 anos), por estuprar M.S.S., que engravidou. A vítima, segundo a polícia, tem problemas mentais.

Na época, Luciano, mesmo tendo um exame de DNA que demonstrava ser ele pai da criança, ponderou não ter tido relações sexuais com a vítima. Segundo ele, o irmão, Adriano, padrasto da vítima, seria o responsável pelas práticas criminosas.

Poucos dias após a prisão de Luciano, a mãe da vítima flagrou Adriano praticando atos libidinosos com a criança. Diante das circunstâncias, novas investigações foram abertas e descobriu-se que Adriano também vinha, há vários anos, abusando sexualmente da vítima. À época, a vítima ainda era uma criança, portadora de sofrimento mental não especificado, transtorno expressivo de linguagem e transtorno misto de habilidades escolares.

As investigações apontaram que Adriano se aproveitava de momentos em que estava sozinho com a vítima para praticar os abusos e, mesmo sabendo dos problemas psicológicos e que ela já era vítima de abusos, não hesitou em praticar novos crimes.

De acordo com o Delegado Weslley Amaral de Castro, após a prática do crime, verificou-se que recentemente o investigado teria feito um passaporte e tinha o intuito de fugir para a Espanha. O passaporte dele foi apreendido, e os fatos comunicados à Polícia Federal e Justiça, que determinou a prisão preventiva.

As investigações persistirão para se apurar eventual conivência da mãe da vítima, ou ainda a prática do crime de abandono de incapaz, uma vez que ela já havia sido vítima anteriormente de crimes contra a dignidade sexual por pelo menos duas vezes.

O investigado, que não possui passagem policial, foi encaminhado ao Sistema Prisional e indiciado pela prática do crime de estupro de vulnerável, que prevê pena de até 15 anos.

 

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
error: Conteúdo protegido !!