fbpx
Notícias

Governo Zema abre inscrição para cargos na administração em MG; confira

As primeiras vagas disponíveis estão no site Transforma Minas. A previsão é que até 500 postos de trabalho sejam ofertados

Com atraso de algumas horas, o governo de Minas disponibilizou nesta segunda-feira (11) as  quatro primeiras vagas para o estado, que incluem uma de subsecretário da Receita Estadual, com salário de R$ 19 mil. Segundo a Secretaria de Planejamento e Gestão, novos postos serão divulgados diariamente.

Além do número dois da Receita,  o governador Romeu Zema (NOVO) pretende contratar, pelo processo seletivo na internet, o corregedor-geral do estado, um subcontrolador e um superintendente.

Para o cargo de subsecretário, que será subordinado à Secretaria da Fazenda, é preciso ser auditor fiscal da receita em exercício e não passar para a inatividade até 2022. O contratado fará a gestão de quatro superintendências com aproximadamente 250 pessoas no total, e das superintendências regionais.

Com salário de R$ 9 mil, o cargo de corregedor-geral do estado também está disponível somente a servidores de carreira. O contratado terá a função de coordenar equipes que analisam denúncias e representações no âmbito do estado. O orçamento da área é de R$ 100 mil por ano.

Outra oferta é para o cargo de superintendente de Proteção Social Básica e Gestão do SUAS, que tem um orçamento de R$ 28.486.695,00. O salário é de R$ 7,6 mil e dá ainda um vale-refeição de R$ 47 por dia útil. O governo pede experiência em liderança de equipes e políticas públicas de assistência social.

Fecha a lista de cargos disponíveis o de subcontrolador de governo, cujo salário é de R$ 9 mil. O governo exige do participante mais de 18 anos, curso superior e conhecimento comprovado em transparência e integridade.

As vagas entraram no ar no início da tarde. Segundo a Seplag, houve um pequeno atraso por causa de questões técnicas.

Segundo o governo, ao logo de um ano serão oferecidos 300 postos de trabalho para funções de chefia que vão de subsecretário de estado a chefia de superintendências e a diretor de órgãos públicos. Os salários vão de R$ 7 mil a R$ 20 mil e, como vem sendo o procedimento no estado, serão parcelados em duas vezes até segunda ordem, como ocorre com todo o funcionalismo.

O interessado terá de responder a um teste de “aderência”. Segundo o estado, a etapa não é obrigatória e consiste em preencher um formulário online que será usado “para conhecer melhor seus (do candidato) valores e aderência aos objetivos do Governo de Minas Gerais”.

De acordo com a Seplag, as candidaturas para as vagas serão via site www.transformaminas.mg.gov.br. Nele, o usuário encontra informações sobre as etapas de seleção, que terão teste de perfil e três entrevistas: por competências, com especialistas e final, além da análise curricular. O site informa que os candidatos poderão se inscrever para mais de uma vaga.

A seleção é nacional, portanto, as vagas estão disponíveis para pessoas de outros estados que queiram um emprego em Minas. “Nas etapas do processo há entrevistas que preveem questionamentos sobre a estrutura das secretarias estaduais envolvidas, seus objetivos e programas vigentes. Quem está mais próximo ou atento à realidade do Estado tende a se sentir mais confortável nesta fase, mas candidatos de outras regiões podem pesquisar e, da mesma forma, estarão aptos a responder às perguntas”, diz o informativo.

Tags

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.