NotíciasPolítica

Flávio Dino anuncia, de maneira pioneira no Brasil, ingresso de pessoas com deficiência na PM do estado

O governador do Maranhão, Flávio Dino, anunciou nesta terça-feira (8), pelo Twitter, a contratação de 180 novos policiais, entre eles 49 PCD (Pessoa com Deficiência). “Pela 1ª vez, pessoas com deficiência tiveram acesso à carreira. Não há limites quando se tem a dimensão da inclusão e da igualdade substantiva”, afirmou

Governo do Maranhão forma 180 novos policiais

“Com os novos 180 policiais militares do Maranhão, uma novidade: pela 1ª vez, pessoas com deficiência tiveram acesso à carreira. Não há limites quando se tem a dimensão da inclusão e da igualdade substantiva.”

O Governo do Estado por meio da Polícia Militar do Maranhão realizou no final da tarde de segunda-feira, a formatura militar do Curso de Nivelamento Técnico Profissional de 180 novos soldados da corporação, dentre eles, 49 PCD (Pessoa com Deficiência). O evento aconteceu na Praça Maria Aragão, Centro de São Luis e marca o encerramento do Curso de Formação de Soldados PM 2019. Os novos soldados formados irão reforçar a segurança pública na capital e cidades do interior do estado.

A solenidade foi presidida pelo governador Flávio Dino e contou com a presença do vice-governador, Carlos Brandão, do Secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela e do comandante Geral da Polícia Militar, coronel Ismael Fonsêca, além de diversas autoridades civis e militares do estado.

O aumento do efetivo da PM é mais um grande investimento do governo do estado na área da segurança pública, o que tem refletido de forma positiva, colocando o Maranhão entre os Estados com os melhores resultados nos números de combate à violência e crimes.

O governador Flávio Dino iniciou sua fala elogiando o sistema de segurança pública que de forma integrada vem reduzindo os índices de criminalidade em todo o estado. Destacou o ingresso, pela primeira vez na história da corporação, de Pessoas com Deficiência. “De modo pioneiro no Brasil estamos incorporando pessoas com deficiência na Polícia Militar do Maranhão, onde a resistência foi vencida e todos os policiais formados têm direito de estar ocupando esse espaço que significa mais uma vitória”, destacou o governador do Maranhão. Finalizou elogiando e agradecendo todos os formandos e seus familiares.

O secretário de segurança destacou os investimentos do governo na segurança pública do estado do Maranhão, estruturando a força policial com equipamentos, construção de novas unidades policiais e no incremento de novos policiais. Agradeceu a homenagem pela turma formada levar seu nome. “Esses novos policiais militares vão engrandecer ainda mais a instituição, usar a farda da Polícia Militar representa ser digno de cumprir a missão de servir o estado, atendendo cada cidadão que nos procura, em qualquer necessidade, além do policiamento.” Jefferson Portela.

“Os policiais militares que estão ingressando hoje nas fileiras da instituição têm um compromisso não somente perante as autoridades aqui presentes, mas com a sociedade e familiares, devendo honrar a profissão, cumprir as leis e contribuir com a missão constitucional da Polícia Militar de manter a ordem e a preservação da vida”. Destacou o comandante geral da PMMA, coronel Ismael Fonsêca.

Para Taiane Catrine, oradora da turma, o curso proporcionou algo extremamente valioso, a formação policial militar agregou satisfatoriamente princípios para o resto da vida. Ela agradeceu aos familiares, amigos, o Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças e seus instrutores, a Polícia Militar do Maranhão pela acolhida e ao Governo do Estado do Maranhão pela oportunidade de ingressar nas fileiras da PMMA.

A formação dos novos policiais militares teve a duração de oito meses. Aconteceu em duas fases em São Luis e polos regionais no interior do Estado. Na primeira fase, foram apresentadas disciplinas teóricas voltadas para formação intelectual, humanitária e jurídica.

Na segunda fase, por meio do Curso de Nivelamento Técnico Profissional os novos soldados estudaram disciplinas específicas da atividade fim policial militar como abordagens, tiro policial, direito penal militar, defesa pessoal e aulas práticas em diversos ambientes simulando situações reais de ocorrência policiais.

Fonte
Forum

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios