fbpx
NotíciasPolicial

Em SGS, Polícia Civil encontra corpo de padastro acusado de falso estupro, após denúncias anônimas

Tinto residia no bairro São José II, e estava desaparecido há quase um mês

 

 

Nessa segunda-feira  (3) Policia Civil de São Gonçalo do Sapucaí recebeu denúncias anônimas indicando o local onde estaria o corpo de Moisés Nicolau, mais conhecido como Tinto, 20 anos de idade, estaria enterrado. Ele foi acusado injustamente de ter estuprado a enteada de 4 anos e supostamente teria sido assassinado por moradores do bairro onde residia.

Por volta das 9h:30, uma equipe da Policia Civil de São Gonçalo do Sapucaí e familiares da vitima se deslocaram ao local indicado, que seria às margens do Rio Sapucaí, na região do Surubi. Após, 15 horas de buscas e escavações o corpo foi encontrado, enterrado, perto de um bambuzal.

“Ele estava enterrado em uma cova rasa. O corpo dele ainda está bem preservado e estava enrolado em um cobertor. Os assassinos usaram uma substancia parecida com gesso e tudo leva a crer que isso ajudou a preservar o corpo”, relatou um dos investigadores sem dar mais detalhes porque o caso está em segredo de justiça.

Tinto residia no bairro São José II, e estava desaparecido há quase um mês. Há indícios que ele teria sido assassinado, por pessoas do próprio bairro, como punição pelo suposto estupro.

O corpo já foi encaminhado ao IML (Instituo Médico Legal), de Pouso Alegre para necropsia e depois será liberado para o sepultamento.

Prisões

Duas pessoas suspeitas já estão presas e uma outra foragida.

Reviravolta no caso

Laudo do IML apontou que a menina de 4 anos, não sofreu abuso ou violência sexual por parte do seu padrasto Moisés Nicolau, mais conhecido por Tinto. A menina foi levada ao IML de Pouso Alegre para perícia sexológica no dia no último dia 9.

As informações são da Polícia Civil de São Gonçalo do Sapucaí que divulgou na sexta-feira (17) o resultado do laudo do suposto abuso sexual de L.L.S.B. de 4 anos. Segundo a polícia, o laudo deu negativo.

De acordo com o laudo, não foi constado nenhum tipo de violência física e nem evidência de qualquer tipo de secreção, além do hímen estar intacto. Também não houve nenhuma fissura na área anal. O caso veio à tona na terça-feira (7) e o exame de corpo de delito foi realizado na quinta-feira (9).

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
error: Conteúdo protegido !!