fbpx
Internacional

‘É preciso dar espaço à mulher’, diz papa Francisco

Opapa Francisco afirmou nesta sexta-feira (8) que é preciso aumentar o espaço da mulher na sociedade e ressaltou seu papel como “tutora” do mundo.

Em encontro com o Comitê Judaico Americano, o líder da Igreja Católica aproveitou a ocasião para lembrar o Dia Internacional da Mulher, comemorado sempre em 8 de março.

“A mulher é aquela que torna belo o mundo, que o tutela e o mantém em vida. Leva a graça que faz coisas novas, o abraço que inclui, a coragem de se doar. A paz é mulher. Nasce e renasce da ternura das mães. Por isso, o sonho da paz se realiza olhando a mulher”, disse.

“Não é por acaso que, no relato do Gênesis, a mulher seja tirada da costela do homem enquanto este dorme. A mulher tem sua origem perto do coração e no sono, durante os sonhos. Por isso, leva ao mundo o sonho do amor. Se sonhamos com um futuro de paz, é preciso dar espaço à mulher”, acrescentou.

Há pouco menos de 15 dias, no entanto, o Papa discursou durante sua cúpula antipedofilia no Vaticano e criticou o feminismo, movimento que defende a igualdade de gênero, afirmando que todas as suas formas são um “machismo de saias”.

Ódio

Durante o encontro com o Comitê Judaico Americano, Francisco também se mostrou preocupado com a “disseminação de um clima de maldade e raiva”, incluindo o “recrudescimento bárbaro” de ataques antissemitas.

“Gostaria de reiterar que é preciso vigiar tal fenômeno. Na luta contra o ódio e o antissemitismo, um instrumento importante é o diálogo inter-religioso, voltado a promover o compromisso com a paz, o respeito recíproco, a tutela da vida, a liberdade religiosa, a salvaguarda da criação”, disse. (ANSA)

Fonte:Mundo ao Minuto

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.