Agronegócio

É possível manter os suínos com caudas longas?

Assunto foi discutido no 4º webinar da série “Antibiotic Reduction” da Biomin, com a presença da Dra. Nicole Kemper, professora da Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade de Hannover (Alemanha).

Os fatores que levam à caudofagia (mordedura de cauda) tem diversas origens, que provocam esse comportamento anormal dos suínos, com impacto direto na sua saúde e bem-estar. “As lesões na cauda mostram que algo não estava indo bem”, alerta Nicole Kemper, professora da professora da Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade de Hannover (Alemanha), convidada para o 4º webinar da série “Antibiotic Reduction”, promovido pela Biomin, empresa de soluções naturais para a alimentação animal do Grupo Erber. A especialista apresentou várias medidas preventivas, cuja implantação nas granjas, combate o canibalismo entre os animais.

A União Europeia proibiu, em 2008, o corte da cauda de suínos lactentes, procedimento comum em muitos países, inclusive o Brasil. A justificativa é o bem-estar animal. “Essa medida (o corte da cauda) tinha como objetivo evitar o canibalismo. A legislação europeia mostrou que o atendimento às necessidades básicas evita essa prática hostil entre os animais e, também que, ao manter a cauda, a produção é beneficiada. Por ser uma prática agressiva, a eliminação resulta em animais menos estressados, que se alimentam melhor”, completa Nicole Kemper.

Para a estudiosa da Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade de Hannover (Alemanha), a prevenção precisa começar bem cedo. Ela recomenda que o produtor esteja atento às interferências ambientais que levem a situações estressantes, como superlotação e disputa por água e alimentos. “A implementação de boas práticas no manejo deve ocorrer em todas as etapas do ciclo de desenvolvimento dos suínos. E isso envolve desde a compra de leitões saudáveis, sem predisposição a esse tipo de comportamento, ao acompanhamento rigoroso do protocolo de vacinação. O gerenciamento de lotes também precisa ser eficiente, com o agrupamento de animais de mesma idade e tamanho, buscando minimizar as possibilidades de concorrência”.

Evitar a caudofagia é um processo que leva tempo. Por isso, é importante que a granja tenha um plano de ação em caso de ocorrências. “Ao notar sinais de lesões, o produtor precisa tratar e separar os suínos afetados, além de identificar e isolar o mordedor. Quando separado do restante, é preciso entender quais motivos o levaram a esse comportamento. Uma medida simples para diminuir o estresse desse animal é oferecer materiais destrutíveis que não apresentem risco à saúde e o mantenha ocupado”, destaca Nicole Kemper.

A melhoria das condições ambientais, em termos de abastecimento de água e de alimentação aos animais, também é recomendada. O ponto central é, explica a especialista, que o suinocultor precisa evitar ao máximo causar estresse nos animais, monitorando diariamente temperatura, recursos e oferecendo estímulos a eles, como o uso de feno, palha picada e pellets de alfafa, disponíveis na Europa.

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios