GeralNotícias

Duas macrorregiões da Zona da Mata regridem para fases mais restritivas do ‘Minas Consciente’

Localidades do Leste do Sul e Sudeste retornam para a Onda Amarela a partir de sábado (21). Comitê Estadual constatou o aumento de 11% da incidência da Covid-19 nos últimos 14 dias em Minas Gerais.

As macrorregiões Leste do Sul e Sudeste, que integram parte das cidades da Zona da Mata, regrediram para a Onda Amarela do “Minas Consciente”. O anúncio foi feito durante uma deliberação do Comitê Extraordinário Covid-19, nesta quarta-feira (18), que constatou o aumento de 11% da incidência da doença nos últimos 14 dias em Minas Gerais. A nova classificação vale a partir de sábado (21).

De acordo com o Governo de Minas, a localidade do Centro-Sul, que abrange municípios do Campo das Vertentes, permanece na Onda Verde, etapa menos restritiva.

Até a última atualização desta matéria, o Estado não havia atualizado a situação das microrregiões.

Na última semana, a  macrorregião Leste do Sul havia avançado para a Onda Verde, no entanto, após sete dias, a região regrediu.

Lembrando que caso as ondas indicadas para as macrorregiões e microrregiões sejam diferentes, caberá ao prefeito de cada cidade optar por qual das duas recomendações seguir.

Na última semana, o site   G1 mostrou que   Juiz de Fora voltou para a Onda Amarela, após aumento dos casos  da Covid-19. Nesta terça-feira (17),  o chefe do Executivo, Antônio Almas (PSDB), pediu para que a população fique em casa por causa do cenário da doença no município.

Aumento de casos

 

Nesta quarta, o Governo de Minas também anunciou que regiões Noroeste e Leste passaram para a Onda Vermelha.

Conforme o secretário de Estado de Saúde, o médico Carlos Eduardo Amaral, a decisão de regredir foi tomada após a constatação da piora nos índices de transmissão, incidência e ocupação dos leitos em algumas localidades.

“O que nós avaliamos foi o aumento da incidência da quantidade de casos em algumas regiões, o que provocou a regressão de algumas regiões das ondas em que elas estavam. Mas isso não é motivo para acharmos que está tendo uma nova onda no estado”, avaliou.

 

Carlos Amaral também reforçou a importância da população manter os cuidados para evitar a transmissão da doença. “É fundamental que os mineiros participem das ações de controle, com o uso de máscaras, álcool em gel e distanciamento social”, finalizou.

Macrorregiões da Zona da Mata

 

Leste do Sul

Veja abaixo algumas cidades da Zona da Mata que aderiram ao Minas Consciente e integram a macro Leste do Sul:

  • Canaã
  • Paula Cândido
  • Viçosa

 

Sudeste

Confira os municípios da Macrorregião Sudeste que aderiram ao programa até o momento:

  • Além Paraíba
  • Andrelândia
  • Arantina
  • Argirita
  • Astolfo Dutra
  • Barão do Monte Alto
  • Belmiro Braga
  • Bias Fortes
  • Bicas
  • Bocaina de Minas
  • Bom Jardim de Minas
  • Brás Pires
  • Cataguases
  • Chácara
  • Chiador
  • Coimbra
  • Coronel Pacheco
  • Descoberto
  • Divinésia
  • Divino
  • Dona Eusébia
  • Dores do Turvo
  • Ervália
  • Estrela Dalva
  • Eugenópolis
  • Goianá
  • Guarani
  • Guarará
  • Guidoval
  • Guiricema
  • Itamarati de Minas
  • Juiz de Fora
  • Laranjal
  • Leopoldina
  • Liberdade
  • Lima Duarte
  • Mar de Espanha
  • Maripá de Minas
  • Matias Barbosa
  • Mercês
  • Miradouro
  • Miraí
  • Muriaé
  • Olaria
  • Orizânia
  • Pequeri
  • Piau
  • Pirapetinga
  • Piraúba
  • Presidente Bernardes
  • Recreio
  • Rio Novo
  • Rio Pomba
  • Rio Preto
  • Rochedo de Minas
  • Rodeiro
  • Santa Bárbara do Monte Verde
  • Santa Rita de Jacutinga
  • Santana de Cataguases
  • Santo Antônio do Aventureiro
  • Santos Dumont
  • São Francisco do Glória
  • São Geraldo
  • São João Nepomuceno
  • São Sebastião da Vargem Alegre
  • Senador Cortes
  • Senador Firmino
  • Silveirânia
  • Simão Pereira
  • Tabuleiro
  • Tocantins
  • Tombos
  • Ubá
  • Visconde do Rio Branco
  • Volta Grande

Entenda o que são as Ondas

 

Entenda detalhadamente quais serviços podem funcionar em cada categoria, segundo o Governo de Minas.

Onda Vermelha

Nesta fase, está autorizada a abertura dos seguintes serviços:

  • Supermercados, padarias, restaurantes, lanchonetes, lojas de conveniência;
  • Bares (somente para delivery ou retirada no balcão);
  • Açougues, peixarias, hortifrutigranjeiros;
  • Serviços de ambulantes de alimentação;
  • Farmácias, drogarias, lojas de cosméticos, lavanderias, pet shop;
  • Bancos, casas lotéricas, cooperativas de crédito;
  • Vigilância e segurança privada;
  • Serviços de reparo e manutenção;
  • Lojas de informática e aparelhos de comunicação;
  • Hotéis, motéis, campings, alojamentos e pensões;
  • Construção civil e obras de infraestrutura;
  • Comércio de veículos, peças e acessórios automotores.

 

Onda Amarela

Nesta fase, são permitidos:

  • Bares (consumo no local);
  • Autoescola e cursos de pilotagem;
  • Salão de beleza e atividades de estética;
  • Comércio de eletrodomésticos e equipamentos de áudio e vídeo;
  • Papelaria, lojas de livros, discos e revistas;
  • Lojas de roupas, bijuterias, joias, calçados, e artigos de viagem;
  • Comércio de itens de cama, mesa e banho;
  • Lojas de móveis e lustres;
  • Imobiliárias;
  • Lojas de departamento e duty free;
  • Lojas de brinquedos;
  • Academias (com restrições);
  • Agência de viagem;
  • Clubes;
  • Bibliotecas, museus, galerias, arquivos (com restrições);
  • Parques estaduais, unidades de conservação, zoológicos e jardins (com restrições).

 

Onda Verde

A etapa menos restritiva permite as seguintes atividades:

  • Atividades artísticas, como produção teatral, musical e de dança e circo;
  • Cinemas, bibliotecas, museus, arquivos;
  • Parques, zoológicos e jardins;
  • Feiras, congressos, exposições, filmagens de festas, casas de festas, bufê;
  • Parques de diversão, discotecas, boliches, sinuca;
  • Bares com entretenimento (shows e espetáculos);
  • Serviços de colocação de piercings e tatuagens.
Fonte
G1
Mostrar mais

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios