DestaquePolícia

Dez pessoas são presas em operação Adeus Ano Velho da Polícia Civil de Varginha

Logo de manhã, 62 policiais civis das delegacias regionais de Varginha e de Três Corações se reuniam para montar a estratégia para cumprir 16 mandados de busca e apreensão e três de prisão preventiva. Os 19 mandados foram cumpridos ainda na manhã desta quinta-feira (12), todos em Varginha. Ao todo, dez pessoas foram presas suspeitas de crimes como tráfico de drogas, associação para o tráfico, roubos de veículos e pedofilia. A operação “Adeus Ano Velho” aconteceu em vários bairros.

Dos 10 suspeitos, duas tinham mandados de prisão expedidos, as outras oito, foram presas em flagrante durante o cumprimento de mandados de busca e apreensão. Segundo o delegado Regional de Varginha Wellington Clair de Castro, a operação foi realizada para combater o aumento da criminalidade registrado na cidade. “Queríamos despedir do ano com uma ação que levasse efetivamente a prisão de pessoas que vem causando o transtorno, a insegurança social na nossa cidade”.

Segundo informações, durante as investigações a polícia descobriu um esquema para camuflar o tráfico na cidade. Os suspeitos utilizavam vans de transporte coletivo. De acordo com o delegado Leonardo Souza Lima, o transporte era lícito, porém era feito para encobertar o tráfico.

Ainda de acordo com o delegado, existe a suspeita de que o resultado financeiro do tráfico teria comprado as vans. Quanto a suspeita de pedofilia, a investigação começou através da Polícia Federal. Não houve registros de prisão em Varginha, mas os policiais recolheram materiais que podem servir como prova.

Com os presos, foram encontrados sete quilos de maconha, meio quilo de cocaína, porções de crack, duas munições de arma de fogo calibre .32, além de anotações do tráfico de drogas e mais de R$ 52 mil em dinheiro.

Os presos foram levados à delegacia onde serão ouvidos e, depois, seguem para o presídio de Varginha.

Mostrar mais

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios