DestaquePolícia

Corpo de costureira é localizado no Rio Sapucaí

Ela foi vítima de feminicídio na última quinta-feira (2)

O Corpo de Bombeiro localizou na tarde deste domingo (5) o corpo da costureira Márcia das Dores, vítima de feminicídio em Santa Rita do Sapucaí. Ela foi morta na quinta-feira (2), após o ex-marido persegui-la, informou a PM.

De acordo com informações dos Bombeiros, o corpo da mulher foi localizado preso na margem a cerca de 13 quilômetro de onde foi jogada. Ainda de acordo com informações, o corpo foi avistado por populares num local conhecido como Porto Sapucaí um bairro rural que faz divisa com o bairro Chaves, de Pouso Alegre.

A Polícia Militar e a perícia da Polícia Civil estiveram no local. Após a liberação, o corpo foi entregue à Funerária de Plantão.

O suspeito do crime  R. I. S., 51 anos, foi preso na no loteamento Dr. Luiz Renno Mendes, quando tentava fugir para a zona rural. Ele confessou à polícia que matou a ex-mulher porque não aceitava o fim do relacionamento.

Márcia foi morta com golpes de facão que atingiram o abdômen e a cabeça, e posteriormente foi jogada no rio Sapucaí.

Mostrar mais

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios