fbpx
DestaqueEconomia

Conta de energia terá alta a partir desta terça-feira (28), segundo a Aneel

Para os consumidores residenciais a alta será de 6,93%, e novos valores das bandeiras tarifárias também passam a valer

Entra em vigor nessa terça-feira (28) o reajuste de 6,93% para os consumidores residenciais nas contas de energia no estado de Minas Gerais. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) também aumentou o valor das bandeiras tarifárias, o que também vai incidir sobre as contas dos usuários da Cemig, que apresentou lucro de R$ 797 milhões nos primeiros três meses de 2019.

O reajuste médio autorizado pela Aneel para a Cemig Distribuição foi de 8,73%, sendo que para os consumidores de baixa tensão, que são os residenciais, o percentual foi de 6,93%. Já para as indústrias, que usam alta tensão, o valor do reajuste autorizado é de 10,71%.

A companhia da Cemig informou que o reajuste foi necessário devido à escassez de chuvas no ano passado, sendo necessário acionar as usinas termelétricas, que são mais caras durante quase todo o segundo semestre. Já a Aneel alegou que a aquisição de energia da Usina de Itaipu tem preços em dólar.

De acordo com a Aneel, a bandeira tarifária contribuiu para reduzir em 4,96% o índice final do reajuste da Cemig, que fornece energia para 8,4 milhão de unidades consumidoras em 774 municípios mineiros.

Bandeiras tarifárias

A agência reguladora de energia também aprovou resolução com os novos valores das bandeiras tarifárias para 2019, que entram em vigor em 1º de junho.  Segundo a Aneel, a bandeira amarela passa a ser de R$ 1,50 a cada 100 kWh. A bandeira vermelha no patamar 1 custará R$ 4,00 a cada 100 kWh, e no patamar 2, R$ 6,00 a cada 100 kWh.

De acordo com a Aneel, o reajuste foi motivado “principalmente pelo déficit hídrico do ano passado, que reposicionou a escala de valores das bandeiras”.

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
error: Conteúdo protegido !!