GeralSaúde

Comlurb recolheu 245 toneladas de recicláveis no Rock in Rio

A Companhia Municipal de Limpeza Urbana (Comlurb) recolheu 245,7 toneladas de resíduos recicláveis durante o Rock in Rio, incluindo o evento-teste realizado em 24 de setembro e os sete dias da programação oficial. Além disso, foram geradas 128,3 toneladas de lixo orgânico ao longo do festival, que terminou ontem (6).

Pela segunda edição consecutiva, a produção do Rock in Rio contratou a Comlurb para cuidar da limpeza. O trabalho mobilizou 1.143 garis. Os resíduos recicláveis foram destinados às cooperativas de catadores credenciadas pela Comlurb nas centrais de triagem nos bairros de Irajá e Bangu.

A programação do Rock in Rio contou com cerca de 250 shows distribuídos ao longo dos dias 27, 28 e 29 de setembro e 3, 4, 5 e 6 de outubro. O evento ocorreu na Cidade do Rock, montada no Parque Olímpico, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro.

Era esperado um público de 100 mil pessoas por dia, totalizando 700 mil ao longo da programação. A produção do evento ainda não apresentou um balanço final.

O Sindicato dos Meios de Hospedagens do Município do Rio de Janeiro (Hotéis Rio) irá divulgar amanhã (8) um relatório da ocupação hoteleira no período. Na última sexta-feira (4), um boletim parcial divulgado pela entidade revelou que na primeira semana do evento 78% dos quartos foram ocupados. Para a segunda semana, as projeções apontavam que este percentual subiria para 84%.

Os dados da prefeitura mostram ainda que postos de saúde montados na área do evento realizaram mais de 8 mil atendimentos.

Segurança e trânsito

Com o objetivo de aumentar a segurança e organizar o trânsito, a prefeitura do Rio organizou uma operação especial envolvendo a Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop) e a Guarda Municipal. Durante os sete dias do Rock in Rio, foram aplicadas 853 multas de trânsito. Além disso, houve remoção de 442 veículos estacionados de forma irregular e 178 pessoas foram multadas por não pagarem a tarifa do ônibus BRT. A ação buscou também coibir o transporte irregular realizado por vans.

Foram apreendidas 42 credenciais falsas de trânsito livre e oito crachás de serviço falso. Os crachás estavam em posse de pessoas que tentavam acessar o evento e foram conduzidas para a delegacia. Também foram detidos um acusado de roubo de celular e ambulantes que resistiram a abordagens de guardas municipais durante apreensão de mercadorias comercializadas sem autorização. Ao todo, 15 pessoas foram levadas para a delegacia.

Fiscalização sanitária

A Subsecretaria de Vigilância, Fiscalização Sanitária e Controle de Zoonoses do município (Subvisa) realizou 356 inspeções dentro e fora da Cidade do Rock, além de ações educativas com o público.

De 66 infrações constatadas, 62 envolveram comércio de alimentos. Quase metade desses casos estavam relacionados com a falta de licença ou com a presença de funcionários que não passaram pelo curso gratuito de capacitação de higiene para manipulação de alimentos, como exige a legislação municipal. Uma tabacaria que funcionava no terminal do BRT foi interditada por irregularidades.

Cerca de 365 quilos de produtos foram descartados, o que representa um queda significativa em relação aos 650 quilos da edição de 2017. Em um único estabelecimento, 156 quilos de açaí foram jogados fora, o que representa mais de 40% dos alimentos que a Subvisa não liberou para a comercialização. Carne, molho chimichurri, pão e brownies fora da validade também foram descartados. Entre as razões para o descarte estão a ausência de informação sobre a procedência do alimento, a falta de higiene, o armazenamento inadequado e a rotulagem incompleta.

Fonte
Agência Brasil

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios