DestaqueGeralNotíciasSaúde

Casos de Covid-19 voltam a aumentar no Sul de Minas após 6 semanas de queda; mortes caem

Região registrou 1.256 novos casos nesta semana, com 19 mortes; alta de casos foi de 25,7%, enquanto mortes caíram 45,7%.

O Sul de Minas voltou a registrar alta de casos de Covid-19 nesta semana após seis períodos de queda. Foram 1.256 novos casos, com 19 mortes. Em compensação, o número de mortes registrado nos últimos sete dias é o menor da região desde a última semana de junho.

Em relação à semana anterior, a alta de casos foi de 25,7%, enquanto a queda de mortes foi de 45,7%. Os dados analisados pelo G1 são os divulgados pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG).

Esta semana: +1.256 casos, com 19 mortes
Há 1 semana: +999 casos, com 35 mortes
Há 2 semanas: +1.351 casos, com 34 mortes

Desde o início da pandemia, o Sul de Minas contabiliza 37.674 casos confirmados do novo coronavírus, com 995 mortes

Estes dados são referentes ao balanço publicado pela Secretaria de Saúde de Minas Gerais e podem apresentar divergências com os já divulgados por prefeituras, devido a períodos diferentes de fechamento.

Conforme os dados da SES-MG, as cidades que mais registraram casos nesta semana foram:

+128  Extrema
+86  Alfenas (3 mortes)
+82  São Lourenço
+63  Poços de Caldas
+63  Varginha
+48  Três Pontas
+4 5 Itapeva
+38  Passos
+34  Machado
+33  Três Corações

Onde sobe:

Extrema: Alta pela segunda semana seguida, registrou quase o triplo da semana passada. Foram 128 novos casos nesta semana, contra 48 da semana passada. É o maior número registrado na cidade em sete semanas.
Itapeva: Alta pela segunda semana seguida. Foram 45 novos casos nesta semana contra 13 da semana passada. É o maior número registrado na cidade em cinco semanas.
Varginha: Alta após quatro semanas de queda. Cidade registrou o dobro de casos nesta semana em relação à semana passada. Foram 63 casos nesta semana contra 31 da semana passada.

Onde cai:

São Sebastião do Paraíso: Queda pela terceira semana seguida. Foram 24 casos registrados nesta semana contra 47 da semana passada. É o menor número registrado na cidade em três meses.
Pouso Alegre: Queda pela segunda semana seguida. Foram 30 casos nesta semana contra 50 da semana passada. É o menor número registrado no município em 5 meses, desde a primeira semana de junho.
Monte Sião: Registrou nove casos nesta semana contra 16 da semana passada.

Novos casos

Mais 11 mortes e outros 179 casos foram confirmados no boletim da Secretaria de Estado de Saúde divulgado nesta sexta-feira (13). As mortes confirmadas pela SES-MG ocorreram em:

57ª e 58ª de Alfenas
4ª de  Elói Mendes
3ª de  Ijaci
7ª de  Monte Santo de Minas
8ª de  Monte Sião
10ª de Paraisópolis
6ª de  Pratápolis
6ª de  São João Batista do Glória
4ª de  São Tomás do Aquino
1ª de  Tocos do Moji

Já os novos casos confirmados foram registrados em 52 cidades:

+22  Alfenas
+19  Poços de Caldas
+15  Passos
+14  Varginha
+13  São Lourenço
+7  Três Pontas
+6 Campos Gerais e Extrema
+5  Itapeva, Pouso Alegre e São Sebastião do Paraíso
+4  Itajubá
+3  Monte Santo de Minas, Andradas, Cambuí, Guaxupé, Lambari e Três Corações
+2  Monte Sião, Baependi, Bandeira do Sul, Conceição Aparecida, Guaranésia, Lavras, Muzambinho, Piranguinho, Santana da Vargem
+1  Arceburgo, Boa Esperança, Borda da Mata, Cabo Verde, Cachoeira de Minas, Campanha, Campestre, Carmo de Minas, Cássia, Conceição do Rio Verde, Congonhal, Cruzília, Fortaleza de Minas, Ibiraci, Jacutinga, Machado, Monte Belo, Paraguaçu, Piranguçu, São José do Alegre, Soledade de Minas e Toledo

Conforme os dados do Estado, Pouso Alegre lidera a lista de casos no Sul de Minas com 3.334 registros, sendo 74 mortes. Extrema tem 2.773 casos, com 28 mortes. Alfenas tem 2.122 registros, com 58 mortes e Poços de Caldas tem 1.623 casos, com 42 mortes.

Fonte
G1
Mostrar mais

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios