fbpx
DestaqueNotícias

Casa terapêutica onde interno colocou fogo nunca tinha sido vistoriada pelos bombeiros

Prédio não possuía projeto contra incêndio e antipânico, segundo corporação, em Alfenas.

A casa terapêutica que pegou fogo depois de um interno incendiar um armário no fim de semana, em Alfenas (MG), é alugada pela prefeitura. O local nunca tinha sido vistoriado pelo Corpo de Bombeiros e não possuía projeto contra incêndio e antipânico.

“Ele prevê medidas de segurança contra incêndio e pânico. Extintores, placas de sinalização, saídas de emergência que comportem a população daquele local”, disse o tenente do Corpo de Bombeiros, Glênio Rafael Alves.

A casa funciona como uma residência terapêutica para pacientes com problemas mentais. Na hora do incêndio, seis pessoas estavam na casa, entre elas uma funcionária. Além do morador que colocou fogo no guarda-roupas, um outro homem estava no quarto. As chamas não atingiram outros cômodos da casa, mas muita fumaça se espalhou. Todas as paredes ficaram sujas.

No quarto, colchão, roupa de cama, uma sapateira e vários calçados ficaram queimados. O fogo teria começado em um guarda-roupas.

“Um dos internos com problemas psiquiátricos ateou fogo em um guarda-roupas do seu quarto, que devido à fumaça, intoxicou cerca de três pessoas”, disse o tenente.

Os feridos foram levados para um Hospital Alzira Velano, em Alfenas. A cuidadora e mais dois internos passaram por exames. Eles foram medicados e liberados no domingo à tarde. já os outros pacientes foram encaminhados para residências terapêuticas da cidade.Uma funcionária disse que a casa pertence à Prefeitura de Alfenas e que a cidade tem outras quatro casas de apoio a pacientes psiquiátricos. Os bombeiros devem fazer uma fiscalização. A Polícia Civil vai investigar o incêndio.

“Vai ter que ser apurado, a perícia vai apurar as causas do incêndio, mas a princípio a edificação deveria ter o processo de segurança contra incêndio e pânico”, completou o tenente.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde de Alfenas, a residência terapêutica não é caracterizada como estabelecimento de saúde, não sendo portanto necessário ter as documentações como alvará de localização, sanitário e laudo do Corpo de Bombeiros. Ainda conforme a secretaria, a residência terapêutica é uma casa onde os usuários que saíram dos hospitais psiquiátricos residem e vivem com toda a autonomia.

Fonte:g1

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
error: Conteúdo protegido !!