DestaqueEconomiaNotícias

Caixa Econômica Federal permite pausar prestações por dois meses

O Banco também reduziu juros e ampliou as linhas de crédito consignado

A Caixa Econômica Federal (CEF) anunciou, nesta quinta-feira (19), novas medidas para reduzir os impactos da queda de produtividade, causada pelas ações de contenção do coronavírus.

O banco informou que reduziu as taxas de juros de linhas de crédito e ofereceu pausa, por até 60 dias, para contratos de pessoa física e jurídica, inclusive habitacionais.

A CEF também anunciou a ampliação das linhas de crédito consignado, incluindo as linhas para aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Segundo a instituição, as novas taxas para crédito consignado oferecem juros a partir de 0,99%, ao mês. Para penhor, os juros são a partir de 1,99%, ao mês, e crédito direto ao consumidor, a partir de 2,17% ao mês.

Há ainda a disponibilização gratuita do cartão virtual de débito Caixa, aos mais de 100 milhões de correntistas e poupadores, que possibilita compras online nos sites de e-commerce. O cliente pode habilitar o uso do cartão diretamente no Internet Banking.

E para apoiar as micro e pequenas empresas, haverá redução de juros de até 45% nas linhas de capital de giro, com taxas a partir de 0,57%, ao mês, com carência de até 60 dias, nas operações parceladas de capital de giro.

Outros destaques desta edição:

– Passa de 600 o número de casos do coronavírus no país

– Brasil restringe entrada de passageiros estrangeiros de voos internacionais e fecha fronteira terreste com oito paísses latino americanos

– Preocupados, governadores pedem a União repasse recursos e suspensão de dívidas

– Governo do Rio de Janeiro determina isolamento da capital fluminense

– INSS promete simplificar processos para recebimento de benefícios

Fonte
EBC

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios