Esportes

BRASILEIRÃO: Com derrota do Santos no clássico, Verdão e Fla diminuem diferença pela liderança

São Paulo vence de virada e quebra invencibilidade do Peixe

Nove jogos movimentaram a classificação do Brasileirão em partidas válidas pela 14ª rodada do campeonato.

Durante o fim de semana de futebol, jogando em casa, o Palmeiras não conseguiu espantar a desconfiança da torcida em jogo marcado pela interferência do árbitro de vídeo. Na partida que marcou a estreia de Luiz Adriano, o Verdão empatou em dois a dois com o Bahia. A equipe de Felipão comandou bem no primeiro tempo e a abriu vantagem com Dudu logo aos 10 minutos. Antes do intervalo, Felipe Melo foi expulso após cotovelada em Lucca.

Com um a mais, o Bahia tomou a iniciativa de ir para o ataque e deu trabalho para o Palmeiras. Já na segunda etapa, antes dos dez minutos, o árbitro de vídeo entrou em ação e marcou pênalti para o Tricolor de Aço após toque de mão de Diego Barbosa. Gilberto marcou e empatou. Não demorou muito e Dudu colocou o Palestra à frente após lateral de Marcos Rocha. Aos 33, o árbitro de vídeo entrou em ação novamente e marcou mais um pênalti para o Bahia, após falta de Luan em Arthur Caíke. Gilberto mais uma vez cobrou e guardou. Final, Palmeiras dois, Bahia dois. O Tricolor de Aço se manteve na décima posição, enquanto o Verdão continua na vice-liderança, mas perdeu a chance de chegar na ponta.

Isso porque o São Paulo quebrou a invencibilidade de sete jogos do Santos. Jogando no Morumbi, o Tricolor venceu o rival de virada. Sasha abriu o placar para o Peixe no fim do primeiro tempo. Logo no começo da segunda etapa, Alexandre Pato marcou após cobrando de escanteio. Antes do relógio marcar dez minutos veio a virada. Felipe Aguilar meteu a mão na bola depois de outro escanteio. Reinaldo bateu o pênalti e colocou o time em vantagem. Aos 26, mais uma vez Pato deixou o dele. Raniel fez contra e o Santos diminuiu, mas parou por aí. São Paulo três, Santos dois. A vitória rendeu um lugar acima na tabela e o Tricolor retomou a quinta posição. O Peixe ainda é líder, com 32 pontos, três a mais que o Palmeiras.

O Botafogo engatou a segunda vitória seguida, e bateu o Athletico Paranaense por dois a um. O Fogão subiu duas posições e está em sétimo. O Furacão caiu três degraus e é o 11º na tabela.

Fora de casa, o Vasco garantiu três pontos diante do Goiás. No Serra Dourada, Marcos Júnior marcou o gol da vitória do Gigante da Colina que agora deu mais um passo para fugir da zona do rebaixamento. O Vasco agora é o 14º colocado. O Esmeraldino se manteve no 12º lugar, mas acumulou a terceira derrota seguida e não vence há cinco jogos.

No duelo dos desesperados, na parte de baixo da tabela, Avaí e Cruzeiro empataram em dois a dois na Ressacada. O ponto conquistado deu uma posição ao Celeste, que permanece na zona de rebaixamento, com a 17ª posição. O Avaí segue sem vencer no campeonato e é o lanterna com apenas 6 pontos.

Quem aproveitou o tropeço do Santos foi o Flamengo, que venceu bem o Grêmio por três a um no Maracanã. William Arão, Arrascaeta e Everton Ribeiro marcaram para o Fla, enquanto Galhardo marcou para os visitantes. O Tricolor Gaúcho estacionou no 13º lugar, enquanto o Rubro Negro manteve o terceiro lugar e agora está há cinco pontos do líder, com 27.

Com o mesmo número de pontos que o Mengão, o Atlético Mineiro também não deu mole e ganhou do Fluminense no Independência por dois a um. O Galo fica na quarta posição por conta do saldo de gols menor. O Flu está próximo da zona do rebaixamento, no 16º lugar.

Nono colocado, o Ceará não perdoou no Castelão e atropelou a Chapecoense por quatro a um. Thiago Galhardo marcou três vezes e foi o nome da partida, Felipe Cardoso fechou a goleada. Renato Kayzer fez o de honra para a Chape, que é o 18º na tabela.

Uma partida fecha a rodada. Nesta segunda-feira (12), CSA e Fortaleza se enfrentam no Rei Pelé a partir das oito da noite, horário de Brasília. Essa será a primeira partida do Tricolor sem Rogério Ceni. O treinador, deixou o comando do Fortaleza e irá treinar o Cruzeiro.

Agência Rádio Mais

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios
%d blogueiros gostam disto: