DestaqueInternacionalNotícias

Brasil é destaque no mundo por esconder dados de mortes por Covid-19. OMS cobra transparência

Jornais renomados repercutiram a falta de transparência nas informações; o britânico The Guardian disse que o governo brasileiro foi acusado de 'totalitarismo e censura' ao mudar metodologia de divulgação

A decisão do Ministério da Saúde de mudar a forma de divulgar os dados sobre a covid-19 no Brasil gerou repercussão internacional, com os principais jornais do mundo destacando negativamente as mudanças.

Com o título “Bolsonaro esconde número de mortes e total de casos por coronavírus no Brasil”, o jornal britânico The Guardian chamou a iniciativa do governo brasileiro de “movimento extraordinário que os críticos chamam de tentativa de esconder o verdadeiro número de vítimas da doença”.

A reportagem, publicada na versão eletrônica do diário no domingo (7 de junho), lembra que a decisão ocorre “após meses de críticas de especialistas que dizem que as estatísticas do Brasil são terrivelmente deficientes e, em alguns casos, manipuladas, o que significa que talvez nunca seja possível obter uma compreensão real da profundidade da pandemia no país”.

No fim do dia, o Guardian publicou nova reportagem, dessa vez com o título “Brasil deixa de divulgar número de mortos por Covid-19 e apaga dados do site oficial”. Nela, o repórter Dom Phillips, correspondente do jornal no Rio de Janeiro, ressalta que o governo brasileiro foi acusado de “totalitarismo e censura” pela nova metodologia.

“Brasil acusado de ocultar dados sobre crise de coronavírus” foi a manchete do também britânico Financial Times. O jornal descreve Bolsonaro como “presidente de extrema direita”, que “há muito tempo é acusado de subestimar a gravidade do surto, levando ao despedimento de um ministro da saúde e à demissão de outro, e à nomeação de um general sem experiência em saúde pública para substituí-los”.

Mostrar mais

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios