fbpx
DestaquePolicial

Ações contínuas de ladrões assustam criadores que já perderam mais de 150 cabeças de gado

Só do criador Nilton Moschen foram furtados 56 animais de uma só vez durante a madrugada

Ladrões atacam propriedades rurais sem deixar rastro em ações relâmpago e sempre nas madrugadas em finais de semana ou feriados em São Gonçalo do Sapucaí. Em 90 dias, bandidos levaram cerca de 150 cabeças de gado das raças Nelore, Holandesa e mestiços, além de seis cavalos. Em uma dessas propriedades eles furtaram até o cão de estimação da família.

Segundo levantamento da Polícia Militar de São Gonçalo do Sapucaí, de janeiro a março deste ano, foram registrados sete Boletins de Ocorrências na cidade, sendo três em janeiro, um em fevereiro e três em março, além de um em Careaçu e outro em Heliodora. O mais recente em São Gonçalo do Sapucaí, foi na Fazenda Retiro do Moinho, de onde foram levados dezessete vacas e dois cavalos.    E na madrugada desta sexta-feira  (5) foi em Careaçu,  de onde  furtaram cerca de 17 cabeças  da raça Girolando da Fazenda do Amil e seu cachorro de estimação.

Ao todo, os bandidos já levaram quase 300  cabeças de gado só na região: Heliodora, Careaçu e São Gonçalo do Sapucaí. Em todos os casos, eles agiram nos finais de semana, e os proprietários só dão conta quando chegam na propriedade na manhã do dia seguinte.    

“Eles tocaram o gado por um quilômetro até um curral improvisado no meio do mato”, conta

Curral feito pelos bandidos no meio do mato

Segundo uma da vítimas Manoel Carlos Ferreira de Carvalho, ele já foi furtado cinco vezes, ao todo já perdeu 25 cabeças. “Dessa vez o gado não estava no pasto, ele foi recolhido e colocado em um piquete próximo à sede da fazenda e todas as porteiras estavam trancadas, mesmo assim, eles levaram meu gado. Achei que estava seguro colocando o gado perto da sede, mesmo assim, eles levaram”, lamenta.

Ainda segundo Manoel, os bandidos montaram um curral no meio do mato onde recolheram as vacas até o momento do embarque. “É coisa de filme. Não é qualquer um que levou minhas vacas, eles são profissionais no que fazem. Eles montaram um curral no meio do mato entre as duas estradas onde não dá pra ver. Tocaram as vacas cerca de um quilômetro e deixaram até o momento de embarcar. Acredito que uma equipe tenham agido, pelo trabalho que eles fizeram no local”, conta.

Nilton Moschen perdeu 54 cabeças

Outra propriedade que foi invadida fica no bairro Santa Luzia, de lá, os ladrões furtaram 54 cabeças, elas têm a marca NC. Haricéia Moschen, esposa de Nilton Moschen, contou à nossa reportagem que o gado era mantido em propriedade arrendada.  “Estivemos na propriedade no sábado (9/3) e o gado estava no pasto. E como choveu muito naquele fim de semana, nosso funcionário não conseguiu chegar até a propriedade e o carro acabou atolando. Ele só retornou na propriedade na quarta-feira e não encontrou mais o gado. Os ladrões levaram 54 cabeças de gado e dois cavalos”, relatou Haricéia esposa de Nilton Moschen.

“Eles levaram 34 minutos para embarcar as 13 cabeças do meu gado”, disse

Imagens da câmera de segurança mostrando o momento exato em que o caminhão passa para recolher o gado

Já em Heliodora, o prejuízo foi de aproximadamente R$32.500. Os ladrões invadiram fazenda Santa Cruz e levaram 13 cabeças de gado de corte prontos para o abate na noite do dia (26/3). Segundo a vítima Hélcio Fernandes de Paiva Júnior, de 33 anos, cada animal tinha em torno de 16 arrobas da raça Senepol. Eles utilizaram o próprio embarcador da vítima para transportar os animais.

Hélcio ainda disse que eles utilizaram um caminhão de carroceria branca. As imagens do transporte foi registrada por uma câmera de segurança de uma fazenda que fica próxima a dele. “O gado que eles levaram estava em confinamento. Eles vieram para recolher o gado por volta das oito da noite e o caminhão passou no trevo para embarcaram o gado por volta das 23h36 e voltaram meia noite e dez. Eles levaram 34 minutos para pegar o gado, foi muito rápido. E depois seguiram sentido Fernão Dias, sentido Lambari, ou podem ter pego também a estrada que vai para os Ribeiros e seguido sentido Pouso Alegre. Eu tinha outras cabeças no pasto, mas já embarquei, acabei com tudo. Estou com medo. Não estou dormindo”, declarou.

 “Bandidos têm informações privilegiadas”, diz nota da PM

Em nota, o Comando da Polícia Militar, por meio de seu capitão Vinícius Araújo, informou que a Instituição adotou o Patrulhamento Rural como modalidade de policiamento para coibir tais ações. Sendo assim, a Polícia Militar tem adotado um roteiro de policiamento, baseado no cadastro de todos produtores da região de São Gonçalo do Sapucaí e entorno, o que preveniu a ocorrência de mais casos.

Ainda segundo a nota, os infratores têm informações privilegiadas sobre a propriedade rural em que vão atacar, como, seus acessos e tipo de gado produzido, o que permite uma ação ainda mais furtiva. E acredita-se que não há relação entre as propriedades que foram alvo de furto, e provável que há mais de um grupo que atue nessa modalidade de furto na região, envolvendo inclusive indivíduos de outras cidades.

Confira a nota na íntegra

“Em nota, o Comando da Polícia Militar informou que furtos de gado são recorrentes na região do Sul de Minas em geral há alguns anos, tendo a Instituição adotado o Patrulhamento Rural como modalidade de policiamento para coibir tais ações. Assim, a Polícia Militar tem adotado um roteiro de policiamento, baseado no cadastro de todos produtores da região de São Gonçalo do Sapucaí e entorno, o que certamente preveniu a ocorrência de mais casos.

Contudo, é impossível manter o total controle de toda extensão da área rural, que é imensa. Além disso os furtos em regra acontecem durante a madrugada e a polícia só é acionada durante o dia para o registro. Os registros ainda deixam claro que os infratores tem informações privilegiadas sobre a propriedade rural, seus acessos e tipo de gado produzido, o que permite uma ação ainda mais furtiva. Não há relação entre as propriedades alvo de furto, e acredita-se que mais de um grupo atue nessa modalidade de furto na região, envolvendo inclusive indivíduos de outras cidades.

Outro fator dificultador, é o total descontrole das transações comerciais de gado por parte de órgãos de fiscalização. Qualquer produtor consegue transportar animais e comercializar gado sem procedência com facilidade, pois as guias de transporte não especificam a origem do animal, ou detalhes que possam identifica-los como produto de furto. Não há controle sobre a quantidade de gado produzido, tampouco obrigação do produtor em manter controle dessa informação.

No que tange aos fatos passados, informa que cabe a Polícia Civil a investigação, através de abertura de inquérito policial, pelo que todas informações no que se refere à suspeitos, rastros e modus operandi, são reportadas diretamente aquela instituição para apuração.

Como medida preventiva, a Polícia Militar orienta ainda que o gado, no período noturno, seja mantido em local sob vigilância, de forma que possa ser acionada a polícia em caso de movimentação suspeita. Recomenda ainda a instalação de câmeras nos acessos e estradas vicinais e o fechamento eficiente de entradas alternativas da propriedade.”

Artigos relacionados

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
error: Conteúdo protegido !!