Menu
gsx_holding.jpg

Frutarianismo: o que acontece quando você come apenas frutas cruas?

Frutarianismo: o que acontece quando você come apenas frutas cruas?

O frutarianismo não é uma dieta, e sim um estilo de vida.

 

Não se trata de uma forma de perder peso ou desintoxicar o organismo, mas de uma escolha de longo prazo.

No entanto, como alguém que já tentou essa experiência, posso dizer que a considero uma loucura.

O frutarianismo envolve – como o próprio nome sugere – manter uma dieta composta exclusivamente por frutas (com punhados de oleaginosas e sementes).

As pessoas o praticam com intensidades diferentes, mas a regra geral é que sua dieta deve ser composta por, no mínimo, 75% de frutas cruas (por peso) e 25% de oleaginosas e sementes. É uma ramificação do veganismo crudívoro.

Steve Jobs, fundador da Apple, que faleceu em 2011, passou algum tempo como frutariano, alegando que a dieta impulsionava a sua criatividade. No entanto, quando o ator Ashton Kutcher tentou manter uma dieta frutariana durante um mês, antes de interpretar Jobs em um filme, acabou indo parar no hospital.

A plataforma em que este estilo de vida se torna mais visível é, provavelmente, o Instagram.

Há pouco menos de 475 mil posts com a hashtag #frutarian (frutariano, em português). As fotos, em sua maioria, mostram mulheres jovens e magras, pratos de frutas maravilhosos e tigelas com smoothies coloridos, cobertos de frutas. Trata-se de um estilo de vida que parece ser saudável e envolve um certo glamour.

 

Eu gosto muito de frutas, e embora pensasse que nunca poderia ser frutariana por toda a vida (porque gosto de pizza, hambúrgueres e bolo), achei que poderia seguir este estilo de vida com facilidade, durante uma semana.

Mas leitor, eu estava enganada.

Consegui ser frutariana por três dias e tive que parar porque estava me sentindo muito doente.

 

O que aconteceu quando tentei seguir o frutarianismo:

Dia 1

Comi uma salada de frutas grande e tomei um copo de suco de laranja no café da manhã. Uma hora depois, já estava com fome, então comi uma banana. Às 11h30 eu estava com tanta fome que comi uma barra da marca Nakd (ela tinha apenas nozes e frutas secas, então não quebrei tanto as regras).

Ao meio-dia eu não estava me sentindo bem. Estava inchada e com fome, e não conseguia acreditar no quanto havia comido. As frutas não proporcionam saciedade.

Às 12h45, comi alguns chips de frutas desidratadas, e uma hora e meia depois comi um abacate e tomei um smoothie no “almoço”. Só posso dizer que agradeço a Deus pelo abacate ser tecnicamente uma fruta, porque eu nunca conseguiria sobreviver sem nada salgado, e olha que sou a pessoa que mais ama doces entre todas as que eu conheço.

À tarde, comi alguns chips de abacaxi desidratado e tomei água de coco, e eu já estava cansada de comer frutas.

Tomei uma taça de vinho numa festa, num restaurante à noite – não encontrei nada nas regras explicando se o álcool era ou não permitido, mas eu digo que o vinho é composto por uvas, então se encaixa bem no frutarianismo.

Ele estava delicioso, mas eu tinha consciência do fato de que não havia comido carboidratos naquele dia e poderia ficar bêbada muito rápido, então achei melhor parar, depois da primeira taça.

Eu fui para casa e comi uma maçã e uma banana com várias pastas de oleaginosas, e isso acabou sendo incrivelmente saboroso. Era como comer uma versão saudável de fondue.

No fim do dia, notei que havia comido 14 porções de frutas, algo que não pode ser saudável. Eu nem quero pensar na quantidade de açúcar que ingeri…

 

Dia 2

Comecei o dia com um smoothie, uma tigela de frutas silvestres e metade de um abacate. No meio da manhã eu estava com fome novamente (será que há algo errado comigo?), então tomei outro smoothie.

Meu estômago estava doendo, então comi algumas sementes.

No almoço, comi um abacate, mas meu estômago estava doendo muito. Eu havia começado há apenas um dia e meio e meu corpo não estava feliz.

Eu tive inchaço, gases e tontura. Comi outra barra de frutas e nozes, uma pera e uma banana ao longo da tarde, mas quando a noite chegou, eu queria muito uma pizza.

Naquela noite eu não quis socializar e ter que resistir a coisas deliciosas que não fossem frutas, então cancelei meus planos e fui para casa. O frutarianismo não é sociável.

Decidi tentar enganar o meu corpo para que ele pensasse que eu estava comendo algo diferente de frutas fazendo “panquecas” que consistiam simplesmente em banana amassada, pasta de amendoim, linhaça e uma pitada de canela.

As panquecas ficaram realmente deliciosas e eu me senti satisfeita. Eu as comeria de novo.

Fui dormir me sentindo incrivelmente inchada – eu realmente pensei que estava parecendo uma mulher grávida de seis meses.

Dia 3

Acordei com uma dor de cabeça que durou toda a manhã. Eu comi muitas das mesmas coisas que havia consumido nos dois dias anteriores, mas não estava gostando, e meu corpo não estava feliz. Eu sentia muitas dores.

Naquela noite eu joguei a toalha e comi um prato grande de macarrão com vegetais. Nem preciso dizer que foi maravilhoso.

Posso dizer que o frutarianismo não é para mim – e eu nem o segui à risca – mas será que ele é adequado para alguém? Por que as pessoas adotam este estilo de vida?

Há várias razões pelas quais as pessoas seguem uma dieta frutariana, incluindo:

  • Evitar cozinhar
  • Desintoxicar o organismo
  • Ingerir menos calorias
  • Ser “amigo” do meio ambiente
  • Ser “moralmente superior”

Muitos frutarianos acreditam que nós só deveríamos comer alimentos que caiam de uma árvore, algo incrivelmente difícil no mundo de hoje.

Todos me perguntaram se minha experiência com o frutarianismo teve um impacto positivo no meu trânsito intestinal, mas isso não aconteceu. Na verdade, foi exatamente o oposto. Eu não me senti confortável.

Algumas pessoas dizem que o frutarianismo lhes dá uma barriga chapada, mas ele não funcionou para mim.

Esta é uma dieta incrivelmente extrema, que não é recomendada pela maioria dos médicos e nutricionistas: “Os frutarianos costumam ter níveis baixos de vitamina B12, cálcio, vitamina D, iodo e ácidos graxos ômega 3, o que pode levar à anemia, fadiga, e a um sistema imunológico debilitado,” disse a nutricionista Lisa DeFazio ao Broadly.

Restringir a sua dieta e ingerir apenas um ou dois grupos alimentares não é algo considerado saudável. Mesmo que você adore comer frutas, seu corpo provavelmente não as ama tanto assim.

Rachel Hosie
The Independent

Fonte: Yahoo

Última modificação emSegunda, 20 Março 2017 15:24

Comentar usando o Facebook:

voltar ao topo

logo sapuca

 

Últimas Notícias

  • 1
  • 2
  • 3
Prev Next
Info for bonus Review bet365 here.

Whatsapp banner