Menu
ouro_velho_site.jpg

Homem afirma ter contraído HIV após ser estuprado Destaque

Homem afirma ter contraído HIV após ser estuprado

Um homem de 29 anos procurou nesta quinta-feira (5), a Polícia Militar de Juiz de Fora, na Zona da Mata, afirmando ter sido assaltado e estuprado, tendo contraído o vírus do HIV, no último sábado (5), quando deixava uma balada no centro da cidade. Ele teria sido obrigado a ir a um hotel após um homem lhe pedir cigarros e o ameaçar com uma arma.

No quarto do lugar, a vítima teria sido obrigada a utilizar uma substância, adormecendo em seguida. Ao acordar, ele teria notado sinais de roubo e abuso sexual. A vítima, entretanto, realizou dois boletins de ocorrência com informações diferentes, um na data da festa e outro cinco dias depois.

Os registros das ocorrências feitas pelo homem apontam divergências na história. No primeiro, feito na data em que o crime teria acontecido, o homem afirma que se encontrava em uma boate no centro de Juiz de Fora onde conheceu um outro homem, de quem não se lembraria o nome, e, posteriormente, os dois teriam ido a um hotel, também no centro da cidade. Lá, eles teriam permanecido por cerca de duas horas e teriam dormido. Ao acordar, a vítima percebeu que alguns pertences pessoais teriam sido roubados e que o homem com quem foi para o hotel já não se encontrava mais no estabelecimento, tendo sido informado pelo porteiro, posteriormente, que ele havia acabado de deixar o local. 

Cinco dias depois, a vítima retornou ao posto policial e contou uma versão diferente dos fatos, alegando que, enquanto estava na boate no centro da cidade, teria sido abordado pelo tal homem, de quem se recordava ser moreno e com barba.

Na ocasião, ele teria lhe pedido um cigarro. Em seguida, o homem teria o ameaçado com uma faca e exigido que a vítima lhe acompanhasse até um hotel. Já no quarto do lugar, a vítima teria sido obrigada a utilizar uma substância que acredita ser entorpecente. Ele, porém, não se recorda de ter utilizado, mas adormeceu por, aproximadamente, duas horas, e, ao acordar, percebeu que teve pertences roubados, estava despido e com pequeno sangramento na região anal.

Em seguida, a vítima teria retornado a boate e reencontrado um amigo que lhe acompanhou até o posto onde realizou o primeiro registro de ocorrência. A vítima, então, teria procurado um hospital da cidade para realizar exames, onde recebeu a informação do diagnóstico positivo do HIV. O suspeito ainda não foi encontrado e a polícia civil ainda não passou informações sobre a investigação.

Comentar usando o Facebook:

voltar ao topo
objetivo.jpg

logo sapuca

 

cia medica

Info for bonus Review bet365 here.

Whatsapp banner